quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

sentido

então desaprendi a pintar a raiva em cores vibrantes e palavras soltas, cotidianas e banais. acontece.

Um comentário:

deixa tua marca