quarta-feira, 7 de agosto de 2013

é que eu amo a secura, os espaços vazios e a distância que transformam tudo ao meu redor em horizonte.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca