terça-feira, 24 de abril de 2012

cheia de (não) me toques


quero um abraço
que desafie os físicos
que desafie os matemáticos
sendo dois e dois igual a um
com duas pessoas ocupando o mesmo espaço

quero um abraço
tão apertado quanto meu coração
tão demorado quanto um dia de trabalho


Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca