quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

confessions on a dancefloor


ela sentou e sentiu o mundo cair em pedaços no seu devido lugar, a cabeça pesou depois da dose de whisky e sequer notou a presença dos casacos nas pessoas ao redor - estava frio, muito frio. ela sorriu pela enésima vez sem motivo aparente enquanto ajeitava as mechas de cabelo que saíam do coque arranjado no meio da pista de dança. ele riu da cara boba que ela fazia enquanto arrumava os cabelos, ela mordia os lábios e ainda conseguia continuar sorrindo, tudo ao mesmo tempo.
ela levantou os braços de repente anunciando a música que tocava: 'at first I was afraid, I was petrified - but I will survive!' e deu um largo sorriso pra ele enquanto comentava para si mesma que amava aquela música. Ele a convidou pra dançar dizendo que amava aquela música, ela sorriu mais ainda: era bom demais pra ser hetero.
ela recusou, fazendo menção de tomar mais uma dose. ele a segurou pelo braço, ela virou o rosto para encará-lo. Ele a convidou pra dançar, ela sorriu mais ainda: a noite inteira...

2 comentários:

  1. Ele a convidou pra dançar, ela sorriu mais ainda: a noite inteira...

    adoro quando tudo termina bem (:

    ResponderExcluir

deixa tua marca