quinta-feira, 25 de novembro de 2010

mr. brightside

pequenas rugas ao redor dos olhos, 28. provavelmente miope, os olhos azuis e a barba feita. um feito. o cabelo desenhava na minha mão, a boca no meu ouvido direito. desculpa, eu não entendi. sem nome, sem endereço, sem atribuição. só corpos que se movem em câmera lenta enquanto eu dou mais um gole longo no jack daniels que você me comprou. sem componente cognitivo, você me pegou desarmada. um é pouco, dois é bom, três é demais - quatro é contar com a sorte. bang bang. flash. e as meias se perdem junto com os sapatos e a blusa do kiss. flash. 44. flash. retorno ao meu corpo, sendo. mais um flash. pacotes no chão, uma vela perfumada, jeans e xadrez, botas. tenho documentos, pouco dinheiro, escova de dentes, creme dental sabor uva, uma bandeira do brasil e uma lanterna. o sol vai alto lá fora, as blusas retornam, as meias não. foi um prazer te conhecer, eu traduzi livremente e literal. 125.

we gotta hold on to what we got. uma dose solitária de vodka pra mim, uma de sprite pra você. uma dança solo pra mim, uma pistola carregada pra você. bang bang. você é mr. brightside, eu sou elizabeth II. i know you want me, you know i want ya. as espadas, os dados, e as cartas: voce tem tudo. eu danço, tu danças, ela dança. eu danço, tu danças. e ela dança. e três viram um. antes de atravessar outra noite, atravessamos a porta. eu digo que quero ar fresco mas na verdade só quero tomar um folego. fernanda, fernanda, fernanda, 20 anos. você ri. desculpa, não entendi. sem doses adicionais de álcool. você confirma o que eu suspeitei por tempos: a vodka me faz transcender o corpo e eu falo até dormindo. e se saimos do corpo, não podemos voltar de repente. just a little bit. eu canto enquanto você mata minha sede. sua voz sempre sussurrada, seus modos impecáveis que me conduzem pela rua e de volta ao meu corpo, as sombras brincam no escuro, a última folha intriga você: um. dois. três. três? não, quatro. eu vejo os contornos, amazing. quem disse que pra baixo todo santo ajuda não sabia muita coisa. voce mata minha sede e eu mato tua fome. a decoração exótica do mc donalds e o hip hop. a mesma música pela segunda vez: que tengo que hacer? a mesma dança, meu casaco na sua cintura, meu corpo nos seus braços no banco de uma praça. a lua mingua e ao invés de whisky a gente toma um táxi. meu corpo nos seus braços no banco de um táxi. cuesta santa ana, 3. agora eu sou tão grande quanto você e posso procurar não só minhas meias sozinha, mas também a mim mesma.

Um comentário:

deixa tua marca