quarta-feira, 9 de junho de 2010

MM

que tuas mãos não se calem jamais:
que haja sempre o bar mais próximo
o amor mais próximo
e a próxima dose nas tuas palavras
que não te falte linhas para percorrer
mas sobretudo
que não me faltem ouvidos
para ouvir teu trem vindo

2 comentários:

deixa tua marca