sexta-feira, 14 de maio de 2010

convite

sem choro nem vela
sem fita amarela e nome dela
celebra o dia e a noite
o inverno e o outono
as flores de maio
antes que o sol se ponha

sem 20 nem anos
sem conhecidos nem estranhos
celebra a morte e a incerteza
o errado e o primeiro
o certo e o derradeiro
que são as únicas certezas da vida

celebra então qualquer motivo
celebra o crime e o castigo
os pés pela cabeça
o spare time e antes que esqueça
acorde e adormeça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca