domingo, 27 de setembro de 2009

sininho


ouvi dizer que havia uma menina perdida em algum lugar entre o vestibular e o diploma, estagnada no transito de brasilia - limpo, mas estressante. longe de casa onde os espaços só permitem um sentimento de cada vez, que nem nos copos de bebida: misturar é permitido, mas dá uma ressaca dos infernos.

alguns diriam que a vida só pode ser levada com óculos escuros pelas noites de festa anteriores, outros diriam que é por causa da insônia tediosa do cerrado que marca com olheiras. ouvi dizer que há uma menina que me lê melhor que eu mesma, numa sensibilidade arrebatadora e fulgaz, infantil - e isso me alivia a alma.

3 comentários:

  1. mas essa menina tá cansada de não poder crescer

    ResponderExcluir
  2. e a menina percebeu que nas palavras de uma poeta desconhecida encontrava muito mais do que jamais encontrou nas suas próprias. Obrigada!

    ResponderExcluir

deixa tua marca