segunda-feira, 7 de setembro de 2009

loja de cosméticos


ela disse até mais, ele acrescentou uma observação. você tem cara de normal, tão normal. parece de desenho animado - ela riu colocando a mão direita sobre a boca, como sempre fazia quando ficava sem graça - tão simples e normal, sem mais profundos traços... ele falou no seu eterno e imutável tom de voz.

como de costume ela lhe perguntou se ele não a iludiria um pouco. mas só um pouco. voce tá longe de ser feia, mas é tão... normal. como os personagens do meu jogo favorito.

ela ouviu um clic. mais uma memória se perdera. as últimas cores que viu foram aquelas dos esmaltes que comprara antes de dizer adeus.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca