quarta-feira, 9 de setembro de 2009

de A a A

já dá bastante assunto...



a cidade fica pra trás, embaixo das nuvens
as ruas se encharcam de suor
que vem do esforço de florescer
as frente únicas nas xerox voam
o tempo voa mais rápido ainda
na velocidade da luz ou mais

meninas que gostam de meninos
e meninas que não gostam de ninguém
dançam sob a mesma canção
envolvidos pela mesma música
não há nada que legitime o amor
mas os metais legitimam as mentiras

noites em claro glorificam dias escuros
amores de verão santificam o inverno
pecados de carnaval a gente perdoa
com ovos de páscoa ou whatever
mas entre uma página e outra
ele sempre coloca uma jujuba na boca


(e depois de mais uma lendária e inesquecível festa vem a ressaca daquela sua parte que vai te fazer falta eventualmente. a gente tem sempre opções demais. então a gente coloca a mochila nas costas - mais pesada agora pelas boas memórias - e pega o primeiro ônibus de volta à vida real. mas ninguém avisa que as próximas 24 horas de trânsito serão conturbadas... a gente sempre tem opções demais, mas eu não me arrependo de ter estado ao teu lado do início ao fim)

2 comentários:

  1. "...a gente sempre tem opções demais, mas eu não me arrependo de ter estado ao teu lado do início ao fim"

    Também poderia dizer o mesmo... mas me arrepndo de ter deixado chegar ao fim, sem nem ao menos perceber...

    :*

    ResponderExcluir

deixa tua marca