terça-feira, 15 de setembro de 2009

bibelot


existem relações que são belas, detalhadas, delicadas, impressionantes. mas que de tão bonitas causam receio de desagastá-las - e então deixa-se tudo na mesa, à exposição, mas inútil. não quero que a gente seja um bibelô, eu quero colocar a gente no jogo.
todos nós!

2 comentários:

deixa tua marca