quinta-feira, 13 de agosto de 2009

alguém disse que a festa estava só começando, às 5 da manhã. eu sorri, colocando o cabelo pra trás da orelha, em vão, sem saber que horas eram, ainda dançando comigo mesma e com ele, ao mesmo tempo. olhei pra ela, ainda se movimentando rápido em torno de si mesma, como o planeta terra, parecia mágica, com a luz vermelha inundando a sala inteira e seu olhar perdido e ébrio.

sorri, ela sorriu de volta quando ele sentou ao meu lado tirando a garrafa da minha mão e inundando meu ouvido com algumas palavras que se misturavam com a música alta e sem sentido algum. ela me viu hesitar, balançar a cabeça com aquele jeito que ela já conhecia, sorrindo sempre brandamente, leve. ele levantou, ela sentou ao meu lado. a resposta ecoou na sala com aquelas palavras da maneira unica com a qual eu as pronunciava, fazendo-a rir mais. ela disse vai. e eu fui sem olhar pra trás, mas porque eu nao conseguia lembrar o que tinha ficado.

Um comentário:

  1. oooo tchon tchon!

    vai e seja feliz. Que assim seja agora e sempre :)

    ResponderExcluir

deixa tua marca