terça-feira, 14 de julho de 2009

resistencia

enquanto o onibus nao chegava e nem saia, sem acentuaçao, sem rumo certo. acho que gosto dessa vida, sem muita certeza de outra coisa. a frente o horizonte todo, um mundo inteiro onde todas as estradas sao iguais e a solidao atravessa fronteiras. atras todos meus antigos desejos.

estamos indo rumo aos 20 anos (da marcella, diga-se)

3 comentários:

  1. o mundo inteiro...
    deve ser incrível ver um horizonte novo a cada dia!mas deve dar medo também...
    :*

    ResponderExcluir
  2. mesmas estradas, mas levando a caminhos diferentes

    ResponderExcluir
  3. Enquanto não se toma uma decisão, segue-se viagem pelo desconhecido, sem regras, destino, e sem chegada.
    Muito bom.


    Desculpa a minha ausência.
    Beijo grande:DDD

    ResponderExcluir

deixa tua marca