quarta-feira, 13 de maio de 2009

quebra-cabeças

a minha, principalmente.no começo de inverno desenhado com as gotas de chuva
e colorido com todos os tons de cinza das tuas roupas combinadas
quando eu já nem posso me derramar em palavras
(ou quando as mágoas aprendem a nadar no meu copo de cerveja)
já não falo tanto palavrão - ou só não falo tanto
acho que é isso que fica de você em mim.
junto da saudade, claro. e de um gostar muito estranho. você acha isso justo?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca