segunda-feira, 27 de abril de 2009

cinzas


ele olhou para mim pela primeira vez naquela vida em que dividíamos sem aquela expressão de que eu sabia de tudo. eu, quase que maternalmente, sorri pra ele aquele sorrisinho que ele tanto conhecia. mesmo que fosse um ano, eu tive muito mais invernos com você do que é metereologicamente possível. e será que isso não faz das primaveras mais coloridas?

se a cada piscar de olhos ficar mais cinza, eu não duvido que seja mais amor. mas se ficar frio e só frio, então eu começaria a duvidar.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca