quinta-feira, 16 de abril de 2009

aquela viagem


ele me deu aquele olhar que eu conhecia tão bem, aquele mesmo olhar de muitas tardes em que a única música que eu queria ouvir era a canção do silêncio, dançando com a solidão. e que ele insistia sempre em entrar de penetra. ele fez aquela menção de tocar meu rosto, hesitando a cada centimetro, a cada obstáculo superado. aquela menção de brincar com os meus cabelos, que já não eram mais os mesmos. não gosto do seu cabelo assim. talvez ele precisasse mais do que uma mudança de embalagem pra saber que o que vinha dentro do pacote não era mais a mesma coisa.

ele me deu aquele olhar de quem está à beira de um abismo, apenas escolhendo a melhor forma de se jogar. ele me deu aquele abraço de chegada depois de uma viagem daquelas, ele me deu um daqueles sorrisos que eu nunca tinha sorrido. embora eu nem soubesse o seu nome, sabia que a resposta de alguma das minhas perguntas era algo a ver com aquilo. eu perguntei onde era minha casa, e ele disse que era aonde eu quisesse. e foi assim que eu resolvi embarcar naquela viagem. segura minha mão que eu seguro teu destino, baby.

Um comentário:

  1. Um amor bate a sua porta? rs
    Belo texto, Jujuba..
    Linda como sempre!

    ;*

    ResponderExcluir

deixa tua marca