sábado, 21 de março de 2009

pipas

'me diz, meu bem, no que voce tá pensando?
voce me põe em overdrive
me deixa selvagem, me deixa quente
tenho sempre que provar o que voce tem
entao qualquer hora que voce pensar em amor
baby, eu tenho novidades pra voce' Whitesnake, good to be bad.


ele sentou na frente dela, os grandes olhos castanho escuro e de cílios maiores ainda, a sombrancelha que ela odiava, as sardas pequeninas espalhadas pelo rosto todo que ela poderia ficar contando para sempre. as mãos grandes, as unhas bem cortadas, os braços mais bonitos que ela já vira. e mais fortes também. o cabelo que ela amou desde o primeiro segundo, a roupa sempre alinhada. ela sentia como se fosse desfalecer a cada segundo próximo a ele, desde a primeira vez.

'voce é uma egoista. voce é intensa demais, mas nunca demonstra isso porque as pessoas têm medo da intensidade. e entao priva o mundo inteiro dessa energia louca correndo nas suas veias, fecha os olhos pra ninguem ver a sede de prazer estampada neles. voce é uma...'

'cretina. eu sei.'

'todos sabem. (...) me chama sempre que voce precisar ser intensa, eu gosto de brincar com o fogo. me chama quando quiser voar, eu vou ficar sempre com os pés no chão esperando a hora da queda pra te segurar nos meus braços. eu vou.'

'hm... eu quero ser uma pipa grande e vermelha num pôr-do-sol. e voce o garotinho que sempre me deixa alta, eu pensando que sou livre por uma meia hora. até voce me puxar de volta pra terra. mas sem voce eu nao vou voar nunca. mas se eu for longe demais, me traz de volta.'

'eu sempre trago. sempre.'

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca