segunda-feira, 2 de março de 2009

best of you


antes fosse o medo da solidão, mas descobri miseravelmente que é mais medo da sua presença ausente, o tempo todo me sondando.

antes fosse o medo do silencio, mas descobri que é bem mais o medo dos gritos dos meus devaneios mais certos.

antes fosse o medo do futuro, mas descobri que é bem, mas muito mais, medo das doses que eu não posso tomar.

antes fosse eu, mas descobri que é o tempo todo você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca