quarta-feira, 18 de fevereiro de 2009

cebolas


... e vi que era sempre a mesma coisa, embora eu tentasse lutar contra aquilo que parecia indefeso por fora, inevitavelmente eu me machucaria. me relacionar era como cortar uma cebola, a cada camada que eu ia tirando mais eu concluía que o fim estava próximo e que logo logo eu estaria me desmanchando em lágrimas...

e por causa de uma coisa que nem era tão saborosa!

Um comentário:

  1. nossa rafa, eu realmente acho incríveis as tuas metáforas.

    ResponderExcluir

deixa tua marca