quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

doce, doce, doce

'ei, vi.' ela olhou pro velho amigo, tão amargurado. tinha 2 anos a mais que ela que pareciam muito mais. 'o que voce tem?'

'a vida é amarga.' ele olhou ao longe com seus olhos de poeta.

'não é não, vi!' ela sorriu, tinha 14 anos.

'a vida é doce.' e ela sorriu tanto que seus olhos quase sumiram na sua face se maquiagem.

'então eu sou diabético...' ele respondeu esperando que ela soubesse. ela não sabia.
sobre alguém que precisava de adoçante pra viver. ou entao se intoxicaria...

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca