sábado, 31 de janeiro de 2009

cabelo.

'nossa, seu cabelo tá tão... diferente.' ele olhou tentando decifrar o que ela tinha feito dessa vez com o cabelo que já provara quase tudo.


'ah, ok...' ela não sabia se era um elogio ou uma crítica. e nem ele.


'voce fica aí fazendo essas coisas no cabelo pra parecer mauzona. eu sei, mas voce nao me engana.' ele retrucou.


'hm, meu cabelo sempre me denuncia, né?' ela quis saber.


'sim. era rosa quando voce estava feliz, loiro quando voce estava tranquila, curto quando voce perdeu um pedaço de si, laranja quando voce sabia que as coisas iam acontecer, vermelho quando voce estava em chamas. e agora azul.' ele fez um trocadilho.


'é roxo.' ela olhou um fio que estava caído sobre seu ombro.


'deve ser porque voce se sente sufocada...'


Um comentário:

  1. as cores sempre dizem por mim... sempre estou colorida, quando coloco uma roupa mais discreta, com menos cores, quem me conhece percebe que algo bom não é...

    ResponderExcluir

deixa tua marca