domingo, 9 de novembro de 2008

corredores.


era quinta-feira. ele odiava absolutamente as quintas-feiras. estava pela primeira vez em muitos intervalos naquela escola, em uma nova cidade onde tudo era seco e laranja.


ele não tinha nada para usar além daquela blusa da banda que lhe fora a preferida: linkin park. mas não importava de maneira alguma, estava em brasília. e de forma alguma começou a importar: não havia ninguém interessante naquela escola, nada que ele já não tivesse visto. e em azul royal. que deprimente.


por um instante não havia mais ninguém além dele naquele corredor, por um instante ele desejou que a vida passasse em fast run - e passou. ele avistou um longo período de depressão vindo em sua direção, e eles estavam indo para o mesmo lugar.


***


era quinta-feira. ela adorava absolutamente as quintas-feiras. estava pela primeria vez em muitos intervalos do lado de fora da construção velha que era a escola.


ela tinha de usar aquele uniforme que ela tanto desprezava: azul royal. mas não importava de maneira alguma, era quinta-feira. mas de alguma forma começou a importar: ela vira o garoto mais bonito que ela já tinha visto usando a blusa de sua banda preferida: linkin park. e ela estava em azul royal, que deprimente...


por um instante não havia mais ninguém além dele naquele corredor, por um instante e pela primeira - e talvez unica vez - o seu mundo girou em câmera lenta. ela avistou o amor vindo em sua direção, mas ele estava indo para outro lugar.


os dois lados da moeda do amor platônico.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca