terça-feira, 2 de setembro de 2008

eu fui seu amor.

'mensurando os dias de verão
apenas concluo que tudo se desfez em cinzas
...
e agora milhares de anos entre nós.

pensando em como as coisas costumavam ser
será que ele ainda lembra daqueles tempos?
e pensa em nós de novo?

eu penso.'

Tangerine, Led Zeppelin.






'me chamavam de menina tangerina' ela soltou ao vento o comentário que foi rapidamente capturado por ele.



'porque?' ele quis saber.



'eu gosto de led zeppelin... eu sei tocar algumas deles no violão...' ela disse, olhando o pontinho já conhecido no vazio.



'hm... quais?' ele perguntou, provavelmente tambem tocava.



'ah, duas ou três. mas o que importa é que eu sei tangerine.' ela respondeu reflexiva.



'é uma boa música.' ele arrematou.



'é, é a que toca no fim de quase famosos, é linda aquela cena. eu já gostava da musica antes do filme... mas acho que encaixou.' ela comentou.



'measuring the summer days...' ele cantarolou.



ela sorriu. ele realmente sabia agradá-la.



(eu pensei que era tangerina porque voce é cheia de 'cascas', então a gente vai bem aos poucos te desarmando... às vezes voce resiste, agride a gente pra ver se a gente desiste, mas eu sei que é só uma proteção natural. e quando a gente chega no que realmente é degustável, percebe que tudo valeu a pena: voce é doce.)

'... a living reflection from a dream...' ela terminou.

ele realmente a agradava.



sobre uma jujuba sabor tangerina.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

deixa tua marca